REMO

 

É impossível referir-se ao Clube do Remo sem mencionar a origem fluvial e vencedora que teve a agremiação no início do século XX. Como nas demais modalidades, feitos inéditos e históricos também são contados no remo, como a primeira regata do Campeonato Paraense de 1972 que teve o Leão como vencedor de todos os dez páreos, somando um total de 120 pontos. A prova foi disputada na manhã do domingo 25 de junho de 1972 e contou ainda com a participação de Paysandu, Tuna Luso e Recreativa Bancrévea. Ninguém repetiu o feito até hoje.

 O remo sempre foi tradição no Clube, não à toa sua fundação foi graças ao esporte, que em 1905 era a paixão dos brasileiros. Um dos louros mais importantes da regata azulina veio no ano de 1934, com a conquista definitiva do troféu Lauro Sodré. Após uma disputa que durou 17 edições do Campeonato Paraense, o troféu desejado por Remo, Paysandu, Tuna e Recreativa ocupa hoje lugar de destaque na galeria da Sede Social azulina.

 Tempos também de reconhecimento onde os atletas sempre carregavam suas embarcações rodeando o gramado nos  momentos que antecediam os jogos de futebol. Conseguiam reconhecimento através de aplausos e pela rivalidade já muito forte entre Remo e Paysandu. Atualmente o Leão continua sendo o maior campeão das águas no Estado. Foi também na sede náutica que as primeiras funções administrativas do clube foram desenvolvidas.

 

A Sede Náutica do Clube do Remo, à beira da Baía do Guajará, onde tudo se iniciou.

 

Trófeu Lauro Sodré, uma das maiores conquistas

Dentre os vários trófeus conquistados pelo Clube do Remo nas mais diversas modalidades esportivas, o Lauro Sodré, sem dúvida, é o mais importante. Ele se constitui o orgulho do passado à atual geração remista, seu valor histórico é inestimável.

O trófeu mostra um gladiador defendendo uma mulher e seu filho, postados aos seus pés. Ele é todo em bronze, pesa 45 quilos, tem 60 centímetros de altura e 25 de largura e foi construído por Jaeger, na França.

Em 17 anos de acirrada disputa, nas águas da Baía do Guajurá, o Clube do Remo ganhou por 9 vezes a prova de yole a 4, a recreativa e a Tuna venceram três vezes e o Paysandu duas vezes. A sequência de anos e vencedores das regatas:
1917 - Remo
1918 - Remo
1919 - Recreativa
1920 - Tuna Luso
1921 - Remo
1922 - Tuna Luso
1923 - Remo
1924 - Recreativa
1925 - Recreativa
1926 - Remo
1927 - Paysandu
1928 - Paysandu
1929 - Remo
1930 - Tuna Luso
1931 - Remo
1932 - Não houve
1933 - Remo
1934 - Remo

Na primeira base do trófeu em frente e no meio, há uma placa de prata em que se lê a seguinte inscrição: 1917 - Campeonato Oficial de Remo do Estado do Pará.

Seguem-se as medalhas de ouro e de prata, representativa dos vencedores da prova de yole a 4, em cada temporada. Logo após veêm mais duas placas de prata. Na primeira lê-se: 6 de junho de 1931 - Arcino de Ponte e Souza, Saturnino Barrozo Porto, João Esmael Nunes de Araújo, Manoel silva Nunes de Araújo e Taumaturgo Maués. Na segunda placa está escrito: 18 de Setembro de 1933 - Arcino de Ponte e Souza, Saturnino Barrozo Porto, Manoel Silva Nunes de Araújo, Arthur Antunes Salgado e Taumaturgo Maués. Por fim, vemos uma placa de ouro, com os seguintes dizeres: 29 de Junho de 1934 - Arcino de Ponte e Souza, Saturnino Barrozo Porto, Manoel Silva Nunes de Araújo, Arthur Antunes Salgado e Taumaturgo Maués. Nestas três placas estão escritos os nomes das guarnições que tripulavam o yole a 4.

Como o remo foi campeão por três vezes seguidas, em todas utilizando o barco "Tuchaua", o clube obteve a posse definitiva do trófeu, a maior conquista já registrada nas raias da Baía do guajará, desde épocas passadas até os dias atuais.

TÍTULOS

 

Títulos Nacionais e Regionais

⭐ Campeonato Brasileiro de Jovens Talentos 2019

3° Four Skiff Feminino 🥉

1° Four Skiff Feminino Juvenil 🥇

2° Single Skiff Masculino Juvenil 🥈

3° Single Skiff Feminino Juvenil 🥉

 

⭐Bicampeão Copa Norte-Nordeste - Brasília 2018.

 

⭐Vice-campeão Copa Norte-Nordeste Salvador 2019.

 

⭐ 1 Copa Norte-Nordeste Belém 2015.

 

1 Troféu Lauro Sodré - 1934.

 Campeonatos Paraense de Remo - 1911, 1912, 1913, 1914, 1915, 1917, 1918, 1921, 1923, 1926, 1929, 1931, 1933, 1934, 1941, 1945, 1947, 1961, 1966, 1967, 1968, 1970, 1971, 1972, 1979, 1980, 1982, 1984, 1986, 1987, 1990, 1991, 1992, 1999, 2001, 2007, 2010, 2011, 2012, 2013, 2016 e 2018.

⭐ Campeonato Sulamericano de Valparaíso-Chile - 2008 - 1 ouro.

 

⭐ Campeonato Sulamericano de Florianópolis-Brasil - 2010 - 2 ouros, 1 prata e 3 bronzes.

 

⭐ Campeonato Sulamericano de Tigre-Argentina - 2011 - 2 ouros, 4 pratas e 1 bronze.

 

⭐ Campeonato Sulamericano de Mercedes-Uruguai - 2012 - 2 ouros, 3 pratas e 5 bronzes.

 

⭐ Campeonato Sulamericano de Concepción-Chile - 2013 - Ouro no Double Skiff.

NOTÍCIAS

      SOBRE REMO

Regata

Rei da Amazônia disputa Campeonato Paraense de Remo

Regata

Remadores azulinos comemoram resultados na 2ª etapa do Brasileiro Interclubes de Jovens Talentos

Regata

Remadores do Leão disputam 2ª etapa do Brasileiro Interclubes de Jovens Talentos

Regata

Leão fica entre os primeiros colocados na Copa Norte e Nordeste de Remo