Clube do Remo é parceiro no Dia D de doação de sangue

Por Tati Dias - Assessoria de Comunicação

Institucional em 10/03/2018 Compartilhar

Há três anos o Clube do Remo é parceiro numa causa muito nobre, a doação de sangue. E nesta última sexta-feira (09) não foi diferente, atletas, torcedores e funcionários do clube marcaram presença no Hemopa, no dia D da Campanha Doadores Futebol Clube, uma iniciativa da Rede Cultura de Comunicação, Fundação Hemopa e Diretoria de Marketing do Leão.

O Leão Malino e as Leoas Azulinas fizeram a animação de quem passava pelo pátio do Hemopa. Para Glauber Pontes, diretor de Marketing do Remo, a iniciativa é importante, também, para o clube. "Um clube com a potência do Remo, é de fundamental importância estar inserido numa campanha de solidariedade como o Dia D. O Clube abraçou a iniciativa levando atletas de várias modalidades para doarem sangue, o mascote e as animadoras para levarem mais alegria também. Incentivamos o torcedor a participar e, assim,  ajudar a organização a alcançar o objetivo de ajudar tanta gente que necessita do Hemopa diariamente", disse.

Os jogadores do time profissional David Lima, Diego Superti, Jayme e Geandro também estiveram presentes. Para o atacante Jayme, o incentivo nesta hora é fundamental. “Eu já participei outras vezes desta ação, e eu vim bastante feliz para ajudar, incentivar pedir para que a torcida venha doar. Tenho certeza que se a gente vir até aqui e pedir pra que os torcedores do Leão compareçam, eles não decepcionam”.  

Mauro Dantona, diretor do Remo Lions - time de futebol americano do Leão - também convocou seus jogadores para ajudar na causa. “É muito benéfico, o Remo sempre está envolvido nessas causas sociais. Doar sangue é vida, e é extremamente importante a gente estar aqui. Já sou doador há bastante tempo, e hoje só vim unir o útil ao agradável”, disse Mauro.

Quem doava sangue com o código do Leão Azul ganhava um super brinde. Torcedora do Remo, Dona Maria Augusta, de 60 anos, doou e foi premiada com uma linda caneca. Para ela, que um dia já precisou de doação de sangue quando esteve enferma, participar da ação é mais que prazeroso, É lindo, o prazer de estar aqui ajui é imenso. eu, nesta idade, poderia pensar que meu sangue não serviria, mas pelo contrário, ele serve e muito, tem tanta gente sofrendo nos hospitais. eu mesma um dia já precisei e contei com a solidariedade de muita gente, agora estou aqui fazendo a minha parte", contou a aposentada. 

Para se tornar um doador de sangue é muito simples, basta comparecer ao Hemopa, no horário de 7h30 às 18h, de segunda a sexta-feira, e de 7h30 às 17h, aos sábados, portando um documento original com foto. É necessário ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar documento de identificação original e com foto. Os homens podem doar a cada dois meses, e as mulheres, a cada três. O Hemopa fica na Travessa Padre Eutíquio, 2109, em Batista Campos. As doações também podem ser feitas na Estação Coleta Castanheira (térreo do Pórtico Metrópole, na BR-316, km 1).

Fotos: Samara Miranda - Ascom Clube do Remo



Voltar Imprimir

ÚLTIMAS

      NOTÍCIAS

Natação

Natação Campeã busca mais um título no Paraense máster de piscina curta

Futebol Profissional

“Estamos mais unidos do que nunca", diz meia Rodriguinho

Futebol Amador

Remo enfrenta o Paysandu nas quartas de final do Parazão Sub-17